WANDERLINO ARRUDA

INFINITA INFINITUDE

INFINITA INFINITUDE

Wanderlino Arruda

Céus em cor de infinito,
tempo futuro,
liame-ouro em tons de prata,
belo horizonte
de hálito-vida e sobrevida,
no imortal de sempre.
Infinitude é felicidade plena,
de invisíveis segundos
e minuto-encanto.
Infinitude é doce-mel,
séculos de multisséculos,
na emoção do amor.
Na infinitude, o hoje é mais.
Ontem e amanhã mandam sorrisos
e silenciam lembranças,
além do ser e do não-ser.
Infinitude sim, infinitude assim,
é gesto muito em sentimento-luz,
de tecelagem-sonho
no eterno bem!

http://www.wanderlino.com.br  
http://www.montesclarosnet.blogger.com.br/
http://www.wanderl.blogger.com.br/    



Comment On This Poem --- Vote for this poem
INFINITA INFINITUDE

250,306 Poems Read